quarta-feira, 22 de março de 2017

Santa Casa de Sobral realiza Semana de Integração Acadêmica

Foto: Divulgação
Na manhã desta terça-feira (21), teve início a Semana de Integração Acadêmica da Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS). O evento é uma iniciativa do Departamento de Ensino Pesquisa e Extensão, idealizada pela Prof Drª Keila Ponte, enquanto diretora adjunta e corroborada por todos que fazem o DEPE. O objetivo do momento é qualificar a inserção e desempenho do acadêmico em estágios supervisionados nas dependências da Santa Casa. Na oportunidade são acolhidos alunos das Instituições de Ensino Superior públicas e privadas, dos cursos de graduação da medicina, enfermagem, fisioterapia, serviço social, psicologia, farmácia, entre outros. 
Foto: Divulgação
Entre os temas que são explanados estão a Santa Casa enquanto hospital de ensino; Ética, bioética e humanização da assistência; Prevenção e controle de infecção hospitalar; Segurança ocupacional e prevenção de acidentes de trabalho; e Atendimento ao cliente. Facilitaram o momento Dr. Vicente Pinto (Diretor do DEPE/SCMS), Prof. Ms. Renaud Aguiar (Coordenador Executivo DEPE/SCMS), Otávia Aragão (Representando a Educação Permanente/DEPE/SCMS), Carlos Marinho (Coordenador de Gestão de Pessoas do RH/SCMS), além dos colaboradores do RH/SCMS Vaessio Freire e Rochelle Ribeiro. 
Foto: Divulgação
Participam, ainda do encontro, a Enfermeira Elaine Bezerra da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH/SCMS) e os representantes do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT): Antonio Jonas Jorge de Oliveira, Maria do Socorro de Souza e João Bezerra Carneiro Neto. Na ocasião, Otávia Aragão, falou sobre a expectativa do evento, que tem encerramento nesta quarta-feira (22). 
Foto: Divulgação
"A expectativa é unificar o discurso, preparando os nossos acadêmicos para adentrar em campo de estágio com noções básicas sobre Santa Casa, como funcionamos e o que temos a oferecer enquanto instituição formadora e o que esperamos dos estudantes. O evento tem periodicidade semestral e duração de três dias.  O público estimado para este primeiro encontro é de 450 participantes", explica Otávia Aragão, da comissão organizadora do evento. 
Foto: Divulgação
Texto: Otávia Aragão (Educação Permanente/DEPE-SCMS)

Registro do Momento




















Fotos: Vanderley Moreira

Serviço de Nutrição da Santa Casa realiza encontro de atualização no Dia Mundial de Atenção à Disfagia

Foto: Divulgação
Na manhã desta terça-feira (21), aconteceu um momento atualização profissional em alusão ao Dia Mundial de Atenção à Disfagia, organizada pela Comissão de Terapia Nutricional Enteral e Parenteral da Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS). O evento foi realizado na sala de multimídias do Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão da Santa Casa, com a presença de nutricionistas, enfermeiros, residentes e bolsistas do hospital. O encontro foi organizado pela Coordenadora do Serviço de Nutrição/SCMS, Élcia Portela, com a participação das nutricionistas da Santa Casa Kelle Tomais e Lia Dias.
Foto: Divulgação
A disfagia pode ser definida com a dificuldade de deglutição, ou seja, incapacidade de engolir os alimentos e líquidos. Trata-se de um sintoma que afeta ou aumenta o risco de comprometimento do estado nutricional e hídrico, saúde geral e impacto negativo na qualidade de vida. Entre os indivíduos mais suscetíveis, encontram-se: idosos, recém-nascidos prematuros, pacientes com doenças neurológicas (como o acidente vascular cerebral), portadores de síndromes, traumatismos cranioencefálicos e alterações mecânicas (como câncer de cabeça e pescoço, queimaduras, refluxo gastroesofágico e doenças cardíacas).
Foto: Divulgação
Atenção maior deve ser dada à essa condição visto que ela pode ocasionar aumento do risco de pneumonia aspirativa e debilidade de saúde geral, causada pela desnutrição e desidratação; aumento do tempo de internação, o que representa maior risco de infecções, maiores custos hospitalares e mortalidade; bem como apresenta impacto negativo na qualidade de vida, como perda do interesse e do prazer em se alimentar. O tratamento da disfagia deve ser multidisciplinar, com o intuito de promover uma assistência integral ao paciente e alcançar melhores resultados clínicos.
Foto: Divulgação
Abordagens
A abordagem inicial foi conduzida pelo Dr. Henrique Costa Maia, médico nutrólogo, coordenador da equipe multiprofissional de terapia nutricional da Santa Casa, que contemplou aspectos clínicos da disfagia, relativos ao monitoramento e prevenção da broncoaspiração. Posteriormente, o fonoaudiólogo da SCMS, Brisamar Azevedo, ministrou uma palestra sobre a importância do fonoaudiólogo no diagnóstico da disfagia no contexto da equipe multiprofissional de saúde.
Em seguida,  a nutricionista Caroline Farias, representante da Nestlé Alimentos, explanou a intervenção e orientação nutricionais para pacientes disfágicos e pós terapia nutricional enteral. Ao final, foi realizada a demonstração da modificação da consistência da água através do uso de espessantes e houve sorteio de brindes aos presentes. Segundo os participantes, o evento atendeu as expectativas dos presentes, haja vista a abordagem dos profissionais de diferentes categorias e a participação dos presentes nos assuntos elucidados.

Texto: Jéssica Silva (Nutricionista Residente da REMUNE/Santa Casa-INTA)

Hemoce lança campanha e mobiliza população para Semana Santa


“Cada um de nós pode ser um anjo na vida de alguém e quando você doa sangue, você se torna um anjo da esperança que ajuda a salvar vidas”, foi essa a mensagem deixada pelo Grupo Nova Criação no lançamento da campanha de Semana Santa que aconteceu nesta terça-feira, 21, no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará – Hemoce, da rede pública do Governo do Ceará.  A campanha que segue até o dia 26 de abril traz como tema: “Doe Sangue, pois é dando que se recebe”.

Ansiedade Infantil - Dr Cleano Arruda (Psiquiatra e Coach)

Uma criança com ansiedade pode ser tratada por um profissional de saúde mental
Um tipo de terapia da conversa chamada terapia cognitivo-comportamental (TCC) é frequentemente utilizado. No TCC, as crianças experimentam novas maneiras de pensar e agir em situações que podem causar ansiedade, e para gerir e lidar com o estresse. O terapeuta oferece apoio e orientação e ensina novas habilidades de enfrentamento, como técnicas de relaxamento ou exercícios respiratórios. Às vezes, mas nem sempre, a medicação é usado como parte do tratamento para a ansiedade.

Ajudando seu filho a lidar
A melhor maneira de ajudar o seu filho é reconhecer o problema, sem julgamento. Falar abertamente sobre os sintomas do seu filho e realmente tentar entender como eles estão afetando a vida cotidiana. Ela também pode ajudar a falar com outros adultos que participam da vida de seu filho, como professores e treinadores.

Seja paciente e positivo como o seu filho. Às vezes ajudar a falar com ele sobre suas próprias preocupações e como você foi capaz de superá-los pode auxiliar. Tenha certeza de que com o cuidado certo, seu filho pode superar a ansiedade e aprender a encarar o futuro.




Dr. Cleano Arruda
CREMEC - 13.244
Médico Psiquiatra & Coach

Equilibrium - Espaço de Saúde e Sucesso 
(Torre Comercial vizinho ao North Shopping Sobral)


Telefones: (88) 3111.3715 | 9 9850.1000 | 3614.3069

Aprovados em concursos municipais tomarão posse nesta sexta-feira (24/03)

A Prefeitura de Sobral vai nomear, nesta sexta-feira (24/03), no Centro de Convenções, cerca de 185 candidatos aprovados em concursos públicos para os cargos de agentes de saúde, endemias e administrativo, realizados em 2016.

As convocações dos aprovados foram publicadas no Diário Oficial do Município (DOM), nºs 840 e 847, respectivamente. Os aprovados irão atuar na rede municipal de saúde e na área administrativa da gestão do município.

De acordo com o secretário interino da Ouvidoria, Controladoria e Gestão, Inácio Ribeiro, as nomeações reforçarão o quadro funcional da gestão municipal e reafirmam o compromisso do prefeito Ivo Gomes com a valorização dos servidores municipais. “A geração de emprego e renda no município é uma preocupação constante do prefeito. Aliado a esta preocupação, há também a garantia de que os servidores terão seus vencimentos creditados, a partir de abril, sempre no primeiro dia útil, medida esta, instituída pelo prefeito e que permitirá que os funcionários da administração pública se programem melhor com os seus compromissos,” afirmou.


Após as nomeações, os novos servidores já serão lotados em seus respectivos órgãos e darão início às atividades a partir da próxima segunda-feira (27/03).

Fonte: Assessoria PMS

Médicos retiram cisto ovariano de 32 quilos de paciente no México

Uma mulher de 24 anos, cuja identidade não foi revelada, foi submetida a cirurgia no Hospital Geral da Cidade do México (México) para a retirada de um cisto ovariano de 32 quilos - peso equivalente ao de 10 bebês.

A pressão exercida pelo cisto, considerado o maior já registrado pela medicina, era tanta que a paciente já não conseguia andar, respirar e comer normalmente.

Inicialmente, a paciente achou que estivesse apenas engordando, apesar de fazer dieta, mas resolveu procurar ajuda quando as dores ficaram insuportáveis.


A cirurgia pioneira foi realizada seis meses atrás por equipe liderada por Erik Hanson Viana, de 27 anos. A paciente conseguiu se recuperar plentamente, de acordo com reportagem do "Mirror".

"Foi o maior cisto que já operei. Era tão grande que tomava 95% do abdôme da paciente", disse o médico.

O cisto media meio metro de diâmetro e 1,57 metro de circunferência.

Fonte: O Globo


terça-feira, 21 de março de 2017

Registro de matrícula da terceira etapa das Residências Médicas da Santa Casa de Sobral para 2017

Drª Talita de Lima Aquino, Renaud Aguiar e Dr. Maycon Juglas Linhares
Nesta segunda-feira (20), aconteceu mais uma etapa do processo de matrículas da 3ª chamada de candidatos aprovados no Processo Seletivo Unificado de Residências Médicas do Estado do Ceará - PSU/RESMED. Os convocados foram aprovados para os Programas de Cirurgia Geral, Clínica Médica, Pediatria, Ginecologia-Obstetrícia, Ortopedia-Traumatologia, Anestesiologia, Neonatologia. Na foto, o registro de matrícula, momento em que os candidatos convocados, Maycon Juglas Linhares e Talita de Lima Aquino foram recepcionados pelo servidor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Renaud Aguiar.
Vale ressaltar que os dois candidatos são egressos do Curso de Medicina de Sobral da Universida Federal do Ceará (UFC). O Dr. Maycon Juglas Linhares, que foi aprovado para a Residência em Clínica Médica, é egresso da 11ª turma. Já a Drª Talita de Lima Aquino, foi aprovada para Cirurgia Geral, ela é egressa da 12ª turma. Também  foi aprovada para a Residência da Clínica Médica a  Drª  Walenna Cavalcante, ex-aluna do Curso de Medicina de Sobral, é egressa da 10ª turma.

PET Medicina Juntamente com PET Engenharia da Computação do Campus de Sobral Lançam App Semiosoft de Semiologia Médica

A semiologia é a ciência médica que investiga os sinais e sintomas das diversas enfermidades, auxiliando o médico a examinar o paciente em busca de alterações nos vários sistemas orgânicos. Assim, saber realizar um bom exame físico é fundamental para todo estudante de Medicina. Para isso as tecnologias da informação podem desempenhar um papel decisivo ao permitir a aprendizagem dessa disciplina de forma mais acessível através de aplicativos. Foi pensando nisso que o Programa de Educação Tutorial (PET) dos cursos de Medicina e de Engenharia da Computação do Campus da UFC em Sobral acabaram de lançar na Play Store, loja virtual dos usuários de aparelhos de celular Androide, o Semiosoft. Trata-se de um aplicativo voltado para o ensino prático da disciplina de Semiologia Médica. O App está disponível de forma gratuita desde o dia 09/03/2017.
Momento do dia do lançamento dos vídeos semiológicos do Curso de Medicina de Sobral da UFC
A iniciativa partiu de acadêmicos do curso de Medicina e recebeu apoio irrestrito dos acadêmicos do curso de Engenharia da Computação. O aplicativo possui vídeos nas áreas neurológica, cardíaca, pulmonar e osteomuscular, nos quais professores da disciplina demonstram como deve ser realizado um exame físico completo.

Informações: Willamy Pedrosa (Membro do PET/Medicina)

Boas práticas de manipulação de alimentos na área hospitalar é tema de curso na Santa Casa de Sobral

Foto: Divulgação
Além de elaborar dietas específicas para cada tipo de paciente, o serviço de nutrição da Santa Casa de Misericórdia de Sobral também se preocupa com a segurança alimentar. Por isso, periodicamente são realizadas capacitações para os colaboradores da área de copa e cozinha. O curso “Boas práticas de manipulação de alimentos na área hospitalar” começou nesta segunda-feira, 20, e segue até a sexta-feira, 24. O treinamento se repete com outra turma de colaboradores na próxima semana. A expectativa é que pelos menos 50 pessoas sejam capacitadas.
A coordenadora do Serviço de Nutrição da Santa Casa, Élcia Portella, explicou que o treinamento é essencial para a formação continuada. “A qualificação é necessária para atender às constantes mudanças e atualizações e para que os colaboradores se sintam parte do processo e percebam que a alimentação é fundamental dentro do processo de tratamento dos pacientes”, ressaltou.
O curso conta com três módulos. O primeiro trata da valorização profissional e contou como tema principal “Importância da copeira no processo de cura.” Houve ainda ginástica laboral e palestras sobre relação interpessoal e integração com o ambiente de trabalho, direito trabalhista.
O módulo “atendimento ao paciente e boas práticas de manipulação de alimentos” contempla noções básicas de hospitalidade, reconhecimento do paciente inserido no ambiente de trabalho e comportamento ético, a importância da higienização das mãos. Há ainda treinamento sobre equipamentos de proteção individual, atestado médico e atestado de saúde ocupacional (ASO) e boas práticas de manipulação de alimentos.
O conhecimento técnico é tema do módulo três com a apresentação do manual de dietas hospitalares, a importância dos suplementos utilizado no hospital e aula prática.
Fonte: http://stacasa.com.br/site/
Terezinha Fernandes (Assessoria de Imprensa/SCMS)

Neurodesenvolvimento na primeira infância: obesidade parental pode atrapalhar?

Desde 1980, a obesidade quadriplicou em países em desenvolvimento, como o Brasil. E tal fato pode estar atrapalhando o neurodesenvolvimento de nossas crianças na primeira infância, como os pesquisadores do Instituto Nacional de Saúde da Criança e Desenvolvimento Humano Eunice Kennedy Shriver, nos EUA, verificaram.

Diferente de alguns estudos prévios, o Upstate KIDS foi o primeiro estudo realizado correlacionando não apenas o IMC materno no desenvolvimento, mas também o paterno, e foi publicado recentemente na Pedriatrics. O estudo envolve mais de cinco mil mulheres, quatro meses após terem dado a luz, entre 2008 e 2010, e mostra que:

– As crianças de mães obesas (IMC>ou igual a 30) comparativamente às mães com IMC até sobrepeso têm um risco de 70% de falharem nos testes de motricidade fina;

– As crianças com pais obesos são 75% mais propensas a desenvolverem problemas no teste das competências sociais;

– Quando ambos os pais são obesos as crianças são três vezes mais propensas a falharem em testes de avaliação da capacidade de resolução de problemas.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Apesar de ainda não se saber ao certo por que a obesidade parental aumenta o risco de as crianças terem atrasos no desenvolvimento, alguns estudos realizados em animais têm sugerido que a obesidade durante a gravidez pode promover a inflamação e afetar consequentemente o cérebro do feto. Por outro lado, alguns estudos têm indicado que a obesidade pode afetar a expressão de genes nos espermatozoides.

O estudo mostra a importância da informação familiar ao rastrear o desenvolvimento infantil, ajudando inclusive em uma intervenção mais precoce nos atrasos do desenvolvimento.

Drª Raffaela Leal
Graduada em medicina pela Universidade Gama Filho ⦁ Residência de pediatria no Prontobaby ⦁ Residência de Neonatologia no Hospital Universitário Antônio Pedro/UFF ⦁ Neonatologista do Cetrin (Hospital e Maternidade Santa Lucia) ⦁ Coordenadora Médica do Hospital Leste Fluminense ⦁ contato: drarafaella@drarafaellaleal.com.br
Portal Pebmed

Pesquisadora cearense desenvolve produção de proteína para tratamento de câncer

A pesquisadora cearense Katiane Queiroz, 36, desenvolveu estudo para produzir em larga escala a proteína lactoferrina humana (LF), que poderá ser utilizada para a prevenção e tratamento do câncer. Os resultados do projeto financiado pela Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap) foram apresentados à comunidade científica no último dia 24, durante defesa de tese de doutorado.

O estudo foi orientado pelos pesquisadores Marcelo e Luciana Bertolini, responsáveis pelo primeiro clone transgênico caprino da América Latina e dos trópicos, em 2014. Também estão envolvidas na pesquisa equipes dos laboratórios moleculares da Universidade Estadual do Ceará (Uece) e Univeridade de Fortaleza (Unifor) e do laboratório de Farmacologia e Oncologia da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Proteína produzida naturalmente pelo corpo humano, a lactoferrina fortalece o sistema imunológico e atua no combate de infecções. Ela está presente em pequena escala no leite materno e secreções como saliva, lágrimas, sêmen, fluidos vaginais e gastrointestinais, além de mucosa nasal e bronquial.

"Nós pegamos o DNA humano que produz essa proteína, inserimos junto ao DNA do caprino para ele produzir em seu leite a proteína humana que queremos em grande quantidade", explica Katiane. Com esse leite, a pesquisadora espera produzir biofármacos (remédios e vacinas) e até nutracêuticos, como são chamados os alimentos funcionais.

Nos testes em laboratório, essa proteína foi eficaz contra células cancerígenas, que em contato com a lactoferrina produzida pela cabra sofreram apoptose (morte celular). A ideia é que esse leite seja utilizado em benefício dos pacientes de câncer e até como futura alternativa aos tratamentos atuais agressivos, como quimioterapia.

A pesquisadora busca agora investigar o papel da proteína contra o vírus Zika, como antienvelhecimento e também no tratamento do Alzheimer. "Precisamos de apoio financeiro e técnico para continuar a ver os efeitos desse leite contra a degeneração celular. A partir do momento que a gente trabalha com animais, biologia molecular, podemos inserir DNA de animais em outros para resolução de problemas da humanidade", frisa ela.


Katiane é graduada em Biologia e Zootecnica pela Uece e UFC, respectivamente. Ela ainda é mestre em Reprodução Animal pela UFC e agora doutora pela Rede Nordestina de Biotecnologia (Renorbio).

Fonte: O Povo

Tribo indígena da Amazônia possui os corações mais saudáveis do mundo

RIO — No meio da Floresta Amazônica boliviana, um grupo de indígenas passa o dia caçando ou trabalhando em lavouras. Para a ciência moderna, esse estilo de vida pode, em parte, explicar a saúde cardíaca dos Tsimané. De acordo com um estudo divulgado nesta sexta-feira, essa população possui os corações mais saudáveis do planeta, com os menores níveis de calcificação das artérias já registrados. Segundo a estimativa, um tsimané de 80 anos possui a mesma idade vascular que um americano com 50.

— Na média, os adultos da tribo Tsimané possuem artérias que são cerca de 28 mais jovens que os ocidentais — disse Randall Thompson, cardiologista do Hospital de St. Luke, em Kansas City, e coautor da pesquisa publicada na revista “Lancet”.
Os Tsimané têm população estimada em cerca de 6 mil membros, que vivem no Território Indígena e Parque Nacional Isiboro Sécure, entre os departamentos de Beni e Cochabamba. No estudo, os pesquisadores visitaram 85 tribos entre 2014 e 2015. Eles mediram o risco de doenças cardíacas realizando tomografias computadorizadas em 705 adultos, com idade entre 40 e 94 anos, para medir a extensão do enrijecimento das artérias coronárias, além de medirem peso, idade, frequência cardíaca, inflamações e níveis de colesterol e glicose no sangue.

segunda-feira, 20 de março de 2017

Alunos da 18ª Turma do Curso de Medicina de Sobral da UFC realizam matrícula do Internato

Alunos da 18ª Turma do Curso de Medicina de Sobral da UFC ingressam no Internato no dia 3 de julho 
Na manhã da última quinta-feira (16), os alunos da 18ª Turma do Curso de Medicina de Sobral da Universidade Federal do Ceará (UFC) realizaram a sua matrícula no Internato. Como não podia ser diferente dos sorteios das turmas anteriores, para o ingresso do Internato, muita ansiedade tomou conta dos estudantes para que as suas preferências, na planilha de matrícula, fossem sorteadas. Depois de finalizada a distribuição de vagas, os novo internos posaram para as fotos da ocasião, destacando a aniversariante do dia, a aluna Juliana Oliveira, que recebeu felicitações de todos os colegas.
Momento do preenchimento da ficha de matrícula com opções dos rodízios do estágio do internato 2017.2
O Internato é o estágio curricular da Faculdade de Medicina, de caráter obrigatório, realizado em regime de tempo integral, no qual o discente tem a oportunidade de adentrar-se nas tarefas específicas do âmbito de sua profissão. O objetivo fundamental do Internato é proporcionar ao graduando o treinamento e o exercício profissional em situação real, sob supervisão docente. O Estágio de Internato é realizado nas cinco Áreas fundamentais: Clínica Médica, Cirurgia, Pediatria, Tocoginecologia e Saúde Comunitária, em sistema de rodízio, nos vários equipamentos municipais de saúde, além da Santa Casa de Misericórdia de Sobral, Hospital Regional Norte (HRN) e instituições de saúde conveniadas à UFC que recebem estudantes para estágios.
A aluna Juliana Oliveira (primeira à esquerda), aniversariante do dia, foi festejada pelos colegas
Turma
Amanda Ferreira, Ana Claudia Portela, Igor Taumaturgo, Augusto Luiz Lira, Christian Henrique Leite, Dandara Vasconcelos, Daniel Santos, Érica Valentim, Everton Alencar, Marcílio Lima, Gebson Lopes, Geovana Carvalho, Glaunya Coutinho, Guilherme Peixoto, Helena Angélica Araujo, Ian Ribeiro, Igor Abadessa, Ingo Guedes, Isadora Melo, Jéssica de Paula Costa, Maykon Pereira, Jordana de Paula Soares, Jose Augusto Costa, Juliana Oliveira, Lara Aragão, Lorena Cristina, Lya Mont Alverne, Maria Eugênnia Andrade, Nara Lillian Lima, Narcélio Menezes, Paulo Átila Viana, Priscilla Cristino Queiroz, Raimundo Aragão Aires, Rommel Wallace Reis, Saulo Barros,Thaís Oliveira, Thomas Dominik de Souza, Vinícius dos Santos, Wanessa Ribeiro e  Yan Lopes
Depois da ansiedade do sorteio, grupo de estudantes da 18ª Turma posam para foto

Ceará é segundo do País em transplantes de córneas

Dr. Ribamar Fernandes Filho, médico oftalmologista da Santa Casa, responsável pela equipe de transplante de córneas
Santa Casa de Sobral fechou ano passado com 85 transplantes realizados, crescimento de 63,4% na comparação com 2015 quando foram realizados 52 procedimentos

O Ceará foi o primeiro estado das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste e o sexto do país com o maior número de transplantes de órgãos e tecidos realizados em todo o ano de 2016, de acordo com o Registro Brasileiro de Transplantes (RBT 2016). Os dados foram divulgados pela Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO). O grande destaque em 2016 foram os transplantes de córnea. O Ceará fez 1.267 transplantes desse tecido, o segundo melhor desempenho em números proporcionais e absolutos.

A Santa Casa de Misericórdia de Sobral fechou o ano passado com 85 transplantes realizados, crescimento de 63,4% na comparação com 2015 quando foram realizados 52 procedimentos. Em todo o ano de 2014 foram 32 transplantes, 31 em 2013, 26 em 2012 e 7 em 2011. O avanço nos transplantes foi possível graças à criação do Banco de Olhos, em maio de 2016. Não existe uma demanda reprimida nos transplantes de córnea. O paciente entra na fila e a primeira doação já é dele”, explicou o médico oftalmologista e responsável técnico pelo Banco de Olhos da Santa Casa de Sobral, Ribamar Fernandes.

No ano passado o Ceará zerou a fila de espera de transplantes de córnea, depois de 34 anos realizando esse procedimento, iniciado em 1982. “Fila zero” de córnea é uma meta estabelecida pela ABTO e indica a situação em que o paciente que precisa de um transplante não necessita esperar pelo tecido porque ele já está disponível para a cirurgia. Conforme o RBT, em dezembro o Ceará tinha 33 pacientes aguardando transplante de córnea.

Transplantes no Ceará

No ano passado o Ceará estabeleceu novo recorde, com a realização de 1.874 transplantes, 31% a mais que os 1.430 de 2015. Considerando somente os órgãos sólidos (pâncreas, pulmão, coração, fígado e rim), com 491 transplantes em 2016, o Estado realizou 55,1 transplantes por milhão da população (pmp), atrás do Distrito Federal (79,2), Paraná (74,2), Rio Grande do Sul (67,4), São Paulo (65,5) e Santa Catarina (60,4).

O estado do Ceará também foi destaque nacional em transplantes de fígado e coração. Nos transplantes hepáticos, realizou 21,9 transplantes pmp, atrás do Distrito Federal (26,1) e Santa Catarina (22,1). Nos transplantes cardíacos foram 3,6 pmp, depois do Distrito Federal (14,8) e Pernambuco (4,1). O Ceará também foi o terceiro do país em transplante pediátrico de rim, com 14,7 procedimentos pmp, abaixo do Distrito Federal (16,1) e Rio Grande do Sul (15,5). Além de córnea, o Ceará realizou em 2016 o maior número de transplantes de coração (32) e medula óssea (97) desde que esses procedimentos foram iniciados no Estado. Em relação a 2015, fez, ainda, mais transplantes de pulmão (6) e esclera (19).

O Brasil obteve aumento de 3,5% na taxa de doadores efetivos de órgãos e tecidos para transplante, atingindo 14,6 doadores pmp. Conforme o RBT, cinco estados foram destaques na doação de órgãos: Santa Catarina (36,8), Paraná (30,9), Distrito Federal (25,7), Rio Grande Sul (25,2) e Ceará (24,9), que elevou a taxa em 6% em relação a 2015. O percentual de 38% de efetivação de doadores em relação ao número de notificações foi o terceiro do país, ao lado de Minas Gerais, depois de Santa Catarina (47%) e Rio Grande do Sul (41%).

Este ano no Ceará foram realizados 263 transplantes de órgãos e tecidos – 132 em janeiro, 115 em fevereiro e 16 até 9 de março. Foram 38 transplantes de rim, 3 de coração, 36 de fígado, 9 de medula óssea (6 autólogos e 3 alogênicos), 176 de córnea e 1 de esclera.

Com Informações da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa)

Fonte: http://stacasa.com.br/site/
Terezinha Fernandes (Assessoria de Imprensa/SCMS)